É o procedimento pelo qual pequenas áreas da retina doente são cauterizadas com a luz de um raio-laser na tentativa de prevenir o processo de hemorragia. O ideal é que esse tratamento seja administrado no início da doença, possibilitando melhores resultados, por isso é extremamente importante a consulta periódica ao oftalmologista.

Este procedimento cirúrgico que envolve a aplicação de luz intensa para queimar ou destruir estruturas intraoculares selecionadas, tais como: tumores ou vasos sanguíneos anormais, zona de não perfusão capilar que leva à neovascularização, e a proliferação fibrovascular que leva a hemorragia e tração vítreo-retiniana.
 

Alguma dúvida, ligue-nos: