Procedimento com a finalidade de medir a espessura da córnea. Fator fundamental para avaliação pré operatória de cirurgia refrativa, para diagnóstico de ceratocone e outras várias doenças que alteram a espessura corneana, como no glaucoma e no edema de córnea.
Indicado para acompanhar a evolução de doenças que influenciam na espessura da córnea. Desta forma, é utilizado para avaliar alterações 
que levam à redução da mesma (doenças ectásicas, como ceratocone, degeneração marginal pelúcida, úlcera periférica de Mooren’s), traumatismos e úlceras de córnea (infecciosas ou não infecciosas, como na artrite reumatóide do adulto, e outras doenças reumáticas, olho seco). 

Além disso, pode ser útil na avaliação de córneas com doenças que levam ao aumento de sua espessura (edema após traumatismo, distrofias endoteliais e estromais, ceratites herpéticas ou autoimunes e alguns tipos de degenerações).

Há casos de malformações oculares com aumento da espessura da córnea (esclerocórnea, megalocórnea) e casos com redução (síndrome da disgenesia mesoectodérmica de Peters).
 

Alguma dúvida, ligue-nos: