Tonometria é a medição da pressão interna do globo ocular. As variações da pressão intraocular são devidas ao humor aquoso, um líquido que fica contido entre a íris e a córnea, constituído por 98% de água e 2% de sais, o qual é continuamente produzido e eliminado pelo organismo. É a quantidade desse líquido que dá a pressão intraocular. Se houver um desequilíbrio no mecanismo de produção/eliminação dele, a pressão intraocular varia, geralmente aumentando.

A tonometria deve ser feita de rotina em toda consulta oftalmológica, especialmente em pacientes idosos, pessoas com tendência hereditária à pressão intraocular elevada, tambem em pacientes com suspeita de glaucoma e outras enfermidades como tumores de íris, por exemplo, nas quais a pressão intraocular costuma ser elevada.

Períodos pré e pós-operatórios de cirurgias oculares como catarata, glaucoma, transplante de córnea, descolamento de retina, vitrectomia (cirurgia do humor vítreo), etc. Distúrbios da pressão ocular pós-traumática.

Outra indicação obrigatória é o caso de sangramentos intraoculares. 

Na clínica possuimos o tonometro ICARE que permite medidas em diversas situções em que a tonometria tradicional não é capaz de medir em situações normais, situaçoes estas como realizar medições em crianças com meses de idade sem haver nescessidades de sedações. Possuímos também o tonometro portátil de PERKINS que faz medidas em pacientes acamados e cadeirantes.

Alguma dúvida, ligue-nos: